Como Fazer Apostas Martingale nos Desportos?

Como Fazer Apostas Martingale nos Desportos?

Antes de começar a aplicar o sistema Martingale nas apostas desportivas, é preciso entender quais são os seus reais benefícios e os riscos envolvidos. Afinal, não existe uma receita pronta para o sucesso e o lucro. Por isto, explicamos o funcionamento do sistema de apostas Martingale e a sua aplicação nos desportos.

O que é o sistema de apostas Martingale?

O Sistema de apostas Martingale é uma estratégia utilizada por aqueles que querem ter um recurso para recuperar perdas nas apostas. Em resumo, o apostador aumenta a aposta sempre que perde para recuperar o dinheiro perdido. Quando se chega ao objetivo, os valores são reduzidos novamente. Por ser simples, é comum que muitos apostadores iniciantes recorram a ele.

Funciona de verdade?

É claro que apostas vencedoras recuperam as perdas anteriores por serem muito maiores. No entanto, isto também significa que mais dinheiro está a ser gasto, sem qualquer garantia de vitória. 

Para que o sistema de apostas Martingale funcione também nas apostas desportivas, é preciso que as odds sejam sempre acima de 2.00, o que pode tornar as escolhas mais difíceis.

Como usar o sistema de apostas Martingale?

 O sistema tem início com a perda de uma primeira aposta de um valor qualquer. Digamos que ela tenha sido 2% do valor da sua banca, um total de 5 euros. Caso a sua aposta seja perdida, a sua próxima aposta terá que ser de 10 euros com odds similares. Assim, caso vença, terá recuperado o valor e ganhado um pouco mais, desde que tenha odds acima de 2.00.

Exemplo de aplicação prática

Abaixo, indicamos uma sequência de apostas feita com o passar de alguns dias e o resultado aplicado à banca do apostador:

  • 1: Aposta de 5 euros com vitória. Resultado: + 10€
  • 2: Aposta de 5 euros com perda. Resultado: – 5€
  • 3: Aposta de 10 euros com vitória. Resultado: + 20€
  • 4: Aposta de 5 euros com vitória. Resultado: + 10€
  • 5: Aposta de 5 euros com perda. Resultado: – 5€
  • 6: Aposta de 10 euros com perda. Resultado: – 10€
  • 7: Aposta de 20 euros com perda. Resultado: – 20€
  • 8: Aposta de 40 euros com vitória. Resultado: + 80€
  • 9: Aposta de 5 euros com perda. Resultado: – 5€
  • 10: Aposta de 10 euros com vitória. Resultado: + 20€

Nesta simulação, o resultado foi de 95€. Agora, o mesmo processo com a manutenção do valor de aposta, veja como teria sido diferente:

  • 1: Aposta de 5 euros com vitória. Resultado: + 10€
  • 2: Aposta de 5 euros com perda. Resultado: – 5€
  • 3: Aposta de 5 euros com vitória. Resultado: + 10€
  • 4: Aposta de 5 euros com vitória. Resultado: + 10€
  • 5: Aposta de 5 euros com perda. Resultado: – 5€
  • 6: Aposta de 5 euros com perda. Resultado: – 5€
  • 7: Aposta de 5 euros com perda. Resultado: – 5€
  • 8: Aposta de 5 euros com vitória. Resultado: + 10€
  • 9: Aposta de 5 euros com perda. Resultado: – 5€
  • 10: Aposta de 5 euros com vitória. Resultado: + 10€

O resultado neste caso seria de 25€. No entanto, isto não significa que o sistema é sempre uma aplicação melhor. Este exemplo considerou que metade das apostas saíram vencedoras, e isto nunca pode ser garantido.

Vale a pena utilizar o sistema de apostas Martingale?

Seja numa aplicação nos jogos de casino ou nos desportos, o sistema Martingale nas apostas precisa ser bem pensado. Apesar de prático e fácil de entender, ele não é um caminho certo para recuperar perdas e, pelo contrário, pode levar a perdas consideráveis. 

Imagine que, em vez de vitórias, o apostador seguisse com uma sequência de perdas. O valor apostado dobra a cada perda e poderia facilmente chegar a valores altos. Se o apostador desistir de dobrar no caminho ou optar por odds menores, também poderá acabar sem atingir qualquer resultado satisfatório.

Assim, é indicado ter parcimônia na aplicação desta estratégia de aposta desportiva. Sempre seja fiel ao seu planejamento de banca, quer ele inclua o sistema Martingale, quer não. Deste modo, correrá menos riscos.

Deixe um comentário